Quarta-feira, 14 de Fevereiro de 2007

Notícia da Cidade Silvestre

1994

Notícia da Cidade SilvestreNotícia da Cidade Silvestre conta a história de duas mulheres, Anabela Cravo e a narradora Júlia Grei, e da sua luta pela sobrevivência na Lisboa do final dos anos setenta.

Depois da morte do seu marido, Julia está a tentar seguir em frente, sozinha com o seu filho de dez anos. Após ter testemunhado passivamente as implacáveis estratégias usadas pela sua amiga no seu processo de ascensão social, Júlia tenta imitá-la mas acaba por se dar conta de que esse modo de actuar põe em risco os seus entes mais queridos, nomeadamente o seu filho.

Júlia sobrevive a diversos traumas: a morte do marido, a traição da sua amiga Anabela, o colapso de uma outra relação amorosa, um aborto clandestino, vários episódios de prostituição motivados pela necessidade de sobreviver e, o mais determinante, a tentativa de suicídio do seu filho Jóia. Finalmente, Julia é capaz de se libertar da dominante Anabela, tendo sido humilhada por ela pela última vez.

Baseado em:

"A função da leitura e a maioridade do leitor em Notícia da Cidade Silvestre" - Unicamp
Artigo de Clúdia Pazos Alonso neste Blog
Pubicações D.Quixote

Publicado por caetana às 23:25

Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos

O Cais das Merendas

O Cais das Merendas

1982

Crónica histórica de um povo que atinge o limiar do esquecimento de si próprio, um povo aldeão que procura e ao mesmo tempo perde a sua identidade ao ser transplantado para um meio cosmopolita, onde há o desenraizamento. Aí, Lídia Jorge desmitifica e dessacraliza o espaço e subverte os elementos tradicionais, colocando à mostra a fragilidade do processo identitário quando circunscrito a uma nova dependência cultural.

Fontes:

Inquietos olhares: a construção do processo de identidade nacional
nas obras de Lídia Jorge e Orlanda Amarílis
http://www.fflch.usp.br/dlcv/posgraduacao/ecl/pdf/via02/via02_07.pdf
Artigo de Clúdia Pazos Alonso neste blog

Publicado por Ana Lúcia às 23:03

Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos

A Última Dona

A Última Dona

1992

A Última Dona, recorre à perspectiva masculina. Trata-se, até à data, da única obra de fôlego da escritora em que tal acontece.

O romance encaminha o leitor para a mente de um aparentemente bem sucedido homem de negócios da classe alta, chamado Geraldes. Gradualmente a escritora mostra-o preso a uma visão retrógrada da família, promulgada pelo Estado Novo e interiorizada no seio da sua própria família.

O romance delineia a sua obsessão por Anita Palma Starlet, cantora e prostituta, com quem mantém uma relaçãoextra-conjugal. No início, Geraldes compra-lhe um luxuoso casaco de mohair branco, o qual, embora inicialmente imaculado por fora, é logo à partida negro por dentro. O casal parte de carro para passar um fim-de-semana prolongado na misteriosa Casa do Leborão. A princípio, Geraldes não consegue satisfazê-la sexualmente. É só quando Anita Palma lhe aparece com um brilhante baton vermelho, ostentando o casaco de mohair branco, que a relação é consumada. Visto ele ser incapaz de se relacionar emocionalmente com a mulher dotada de sentimentos humanos reais que se pode vislumbrar por detrás da fantasia que Anita para ele representa, não é de surpreender que a relação termine tragicamente, com o suicídio de Anita. Na cena final, o engenheiro queima o último vestígio da sua existência, o casaco branco entretanto maculado. Parece assim que a normalidade do status quo foi retomada, não fosse o ponto de vista irónico da escritora.

De facto, uma leitura atenta do romance sugere que enquanto existirem homens como Geraldes, simultaneamente vítimas e opressores, que continuem a exercer o seu poder e influência sem serem responsabilizados pelos seus actos, a renovação do tecido social ideada pela revolução de Abril não estará concluída.

Artigo da Cláudia Pazos Alonso publicada neste Blog

Publicado por Mariana às 21:11

Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos

O Dia dos Prodígios

1980

O Dia dos ProdígiosEste primeiro romance desenvolve-se à volta da revolução de 1974, e do dia 25 de Abril (O Dia dos Prodígios).


Uma pequena aldeia - Vilamaninhos - vive um quotidiano de pequenas intrigas e pequenas histórias mais ou menos fantasiosas. A mediocridade da aldeia e dos seus habitantes é uma metáfora do estado atrasado e pouco esclarecido do país.


A misteriosa morte de uma cobra coincide com a revolução mas as pessoas são incapazes de reconhecer a realidade política e adaptam a chegada de soldados com cravos nos canos das armas ao seu mundo imaginário mágico-mítico. Assim, os soldados que vêm anunciar aos habitantes da aldeia que aconteceu uma revolução são incapazes de transmitir de forma compreensível tal notícia a camponeses semi-analfabetos. Para a comunidade de Vilamaninhos, a Revolução permanece uma realidade abstracta e distante, que não afecta, no imediato, as suas condições de vida e a sua visão do mundo.

Orfeu Spam Apostilas
Publicações D.Quixote
Artigo de Clúdia Pazos Alonso neste Blog

Publicado por Ana Lúcia às 15:52

Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos

Pesquisar neste blog

 

Maio 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Arquivos

Maio 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Artigos recentes

Menção Honrosa - Santarém...

Finalmente...

O Simbolismo

Tradução do artigo da Ana...

Artigo de Ana Paula Ferre...

Cláudia Pazos Alonso fala...

Sinónimos de "bicicleta"

Nomes de bicicletas

Tarefas da 4ª semana

O Espaço

Contactos

Se:
gostou...
não gostou...
leu...
lhe foi útil...
acha incompleto...
quer colaborar...
encontrou erros...

Ou se apenas:
nos quer dar o aconchego
de uma palavra...


Mande-nos um mail
cliquando AQUI.

Ou para os endereços:
ana_lucia_o@sapo.pt
marta_21_marques7@sapo.pt
adriana_maria_5@sapo.pt
caetana_scp@sapo.pt
mfscorreia@sapo.pt
e já agora
jpvasc@sapo.pt

tags

lídia jorge(18)

bibliografia(17)

obra(16)

obras(11)

instrumentalina(10)

livros(10)

personagens(8)

biografia(7)

7a(6)

marta(5)

take5(5)

entrevista(4)

mulheres(3)

aldeia(2)

ana lúcia(2)

ana paula ferreira(2)

autora(2)

avô(2)

casa(2)

espaço(2)

todas as tags

Links

Participar

Participe neste blog

Mais sobre nós

blogs SAPO

subscrever feeds